Fotógrafo faz projeto com tema sacro

Fotógrafo faz projeto com tema sacro

Cem fotos fazem parte do projeto e mostram as diversas faces da arte que gira em torno da fé.

Veja as fotos do projeto As 100 Sacras clicando aqui

Até onde você consegue separar a arte da fé? Com esse questionamento o fotógrafo Osvaldo Furiatto lançou seu mais novo projeto fotográfico: As 100 Sacras. Durante o período entre 17 de setembro e 25 de dezembro de 2016 o artista postará nas redes sociais e sites uma foto a cada dia com o tema sacro.

O principal objetivo do projeto é mostrar que independente de religiões ou crenças, o tema é riquíssimo quando se fala em arte. Para tanto, o autor focou o seu olhar em pinturas, esculturas, arquiteturas, costumes, locais e objetos, todos ligados à fé.

“A ideia é mostrar ao espectador o quão rico em arte é o tema fé. As imagens mostram desde pequenos objetos feitos manualmente até a arquitetura de grandes templos”, comenta Osvaldo.

Sete anos de capturas

Para esse projeto Osvaldo fotografou durante sete anos em quatro países: Brasil, Portugal, Espanha e Argentina. As capturas começaram em 2009 pelas cidades históricas de São João del-Rei, Ouro Preto, Mariana, Congonhas e Titadentes, todas em Minas Gerias. Essas cidades compunham a Estrada Real na época do Império. O mesmo trajeto também foi refeito em 2016 para mais algumas capturas e a inclusão da cidade de Diamantina, ponto final do caminho da exploração de ouro e diamante feita pelos portugueses no Brasil.

“Escolhi começar por ali devido à quantidade e importâncias das igrejas e locais sacros na história do Brasil. Alem disso, era um sonho antigo conhecer a Estrada Real”, conta Osvaldo.

Na sequência, outra cidade importante na história brasileira foi visitada e fotografada: Paraty, no estado do Rio de Janeiro. Essa foi escolhida por ser o ponto de partida do Caminho do Ouro, que unia-se a Estrada Real, e também é muito rica de detalhes sacros. Além dessas, houve a inclusão de mais algumas cidades sem necessariamente estarem ligadas à época do império. Entre elas estão Belo Horizonte e Campinas (a cidade natal do autor).

Outros países

Com maior conhecimento da história dessa região, surgiu a ideia de fazer um paralelo da arte sacra existente no Brasil com a existente no país colonizador. Portugal passou então a integrar o projeto. Com as proporções já bem maiores que a inicial e o projeto tomando forma, o autor não quis resumir a proposta a países de língua portuguesa. Foram escolhidos então mais dois países de língua espanhola, sendo um europeu e um sul-americano: Espanha e Argentina respectivamente. “Os dois foram escolhidos por serem países onde a fé é muito presente, bem parecidos com Portugal e Brasil”, completa Osvaldo.

A União das Artes

O projeto “As 100 Sacras” faz parte de um plano extenso chamado “A União das Artes”, onde o fotógrafo pretende unir a sua fotografia com outros tipos de arte. A ideia inicial é que a cada uno um novo tema seja lançado. “A arte sacra foi o primeiro dos temas que vai compor esse grande projeto chamado A União das Artes. Mais dois temas já estão sendo trabalhados. Um deles estou fotografando há quatro anos e o outro está em fase de pré-produção. Mas como sempre digo, ainda são segredo”, explica Osvaldo.

As 100 Sacras online

As fotos já publicadas e as novas podem ser conferidas nas plataformas:

– Site do fotógrafo (www.osvaldofuriatto.com.br/as100sacras)
– Facebook (www.facebook.com/offotografia)
– Twitter (www.twitter.com/osvaldof)
– Instagram (@osvaldof)
– Pinterest (www.pinterest.com/osvaldofj)
– Tumblr (osvaldofj.tumblr.com)

ou ainda por meio das hashtags #as100sacras ou #osvaldofuriatto

Sobre o autor

Osvaldo Furiatto é fotógrafo e designer. Com mais de 25 anos de experiência na área de imagem, começou na publicidade, passou pelo jornalismo e hoje está à frente de uma agência fotográfica.